Feeds:
Posts
Comentários

Daí chegam os “trintanos” e a maternidade e você percebe que comer direitinho é fundamental. Fundamental por questões de saúde, fundamental pra podermos enfiar o pé na jaca de vez em quando (principalmente no final do ano), fundamental porque o metabolismo fica mais lento e perder peso já não é tão fácil como aos 15 anos e fundamental porque sou exemplo pro Luis, meu filho. Esse último motivo é o mais importante e motivador! Percebo que Luis a cada dia reflete o que eu o a pai fazemos. Por isso, decidimos começar uma vida mais leve, sem cobranças, fazendo atividade física, sem dietas loucas e restritivas, mas, com bastante consciência de que comer bem a maior parte do tempo é fundamental.

Foi assim que comecei minhas pesquisas por receitinhas funcionais e menos calóricas. Encontrei esse muffin que, de primeira, ninguém dá muito por ele, mas é um excelente lanche. A receita rende 12 bolinhos e cada um tem apenas 55 calorias.

s

foto: Paula Lima e Mello

foto: Paula Lima e Mello (celular, desculpa ae!)

s

Ingredientes:

5 ovos

1 xícara de chá de farelo de aveia

1 cenoura crua ralada

½ xícara de chá de ervilha (use aquela congelada, verdinha. A enlatada além de ter uma cor horrível, contém um bocado de conservantes)

1 colher de chá de fermento químico (o fermento de bolo)

1 pitada de sal

s

Modo de Preparo:

1º Preaqueça o forno a 180°C.

2º Bata todos os ingredientes no liquidificador, menos o fermento.

3º Adicione o fermento e bata só um pouquinho.

4º Coloque a massa em forminhas de empada untadas com um pouco de óleo vegetal  e leve ao forno por cerca de 15 minutos ou até passar no teste do palito limpo. (pra ficar ainda melhor, use forminhas de silicone que nem precisam ser untadas.)

s

foto: Paula Lima e Mello (celular, desculpa ae)

foto: Paula Lima e Mello

s

s

Olha eu aqui de novo, depois de tanto tempo. É que né, vocês entendem? Filhos tomam bastante tempo da gente, ainda mais quando deixam a amamentação exclusiva e passam a comer. Luis está com sete meses e há um mês iniciamos a tão falada e temida introdução alimentar. Ainda bem que ele puxou pros pais, gosta de comer! Meu mundo agora é combinar ingredientes para papinhas completas e saudáveis. Além disso, o tempo tá curto porque minha licença maternidade acabou e voltei firme ao batente!

Em meio aos afazeres de mãe, esposa e jornalista, arranjei um tempinho para rever vocês, leitores do blog. Ah! Antes da receita de hoje, quero pedir desculpas pela demora na resposta dos comentários e dos e-mails que venho recebendo. Entretanto, deixo registrado que leio e respondo a todos. Pode demorar, mas eu respondo! Agora sim, vamos a nossa receitinha.

s

foto: Ângelo Mello

foto: Ângelo Mello

s

Quiches são fáceis de fazer e muito saborosas. Esta fiz em duas etapas. Preparei a massa na véspera e deixei os queijos ralados na geladeira. No dia seguinte, montei tudo, botei no forno e em pouco tempo tinha um prato delicioso prontinho pra oferecer num almoço de sábado, sem passar horas na cozinha! A combinação de queijos fica a critério de cada um, usei os que tinha em casa e deu muito certo. Abra a geladeira, veja o que tem por aí e prepare essa delícia.

s

INGREDIENTES

Massa Brisée

125g de manteiga gelada e cortada em cubos

250g de farinha de trigo

1 colher de café de sal

1 ovo

3 colheres de sopa de água gelada

s

Recheio de Queijo

100g de quatro tipos de queijos, a sua escolha (eu usei muçarela, provolone, requeijão cremoso de uso culinário e gorgonzola. De gorgonzola eu usei apenas 50g por ser um queijo de sabor marcante)

1 caixinha de creme de leite

3 ovos

Noz-moscada a gosto

s

foto: Ângelo Mello

foto: Ângelo Mello

s

MODO DE PREPARO

1º Prepare a massa. Em uma tigela, misture a manteiga com a farinha de trigo e o sal com as pontas dos dedos até obter uma farofa grossa.

2º Junte o ovo e a água e mexa rapidamente sem sovar, formando uma bola de massa.

3º Embrulhe a massa com filme plástico e reserve na geladeira por pelo menos 30 minutos. (se quiser, faça no dia anterior)

4º Passado o tempo de descanso da massa, preaqueça o forno a 220°C.

5º Com as pontas dos dedos, distribua a massa no fundo e nas laterais de uma forma de aro removível de 24cm de diâmetro. Reserve (eu uso forma alta, pelo menos uns 5cm)

6º Rale todos os queijos e distribua tudo sobre a massa.

7º Junte os ovos com o creme de leite e bata levemente. Tempere a mistura com noz-moscada e despeje sobre os queijos.

8º Leve a quiche para assar até ficar firme e douradinha.

9º Espere esfriar um pouco e sirva com uma saladinha verde.

s

foto: Ângelo Mello

foto: Ângelo Mello

s

s

20130911-225328.jpg

 

Vocês já ouviram falar que alguns ingredientes podem ser substituídos por outros, tipo manteiga por banana e farinha por feijão moído? Eu não! Vi essas possibilidades nesse link aqui, mas não experimentei nenhuma. Quem fizer primeiro conta aqui, combinado?!

Oi, tudo bem? Que saudade de estar aqui! Senti tanta falta que nem sei por onde começar. Tanto tempo sem postar nada, né? É que vocês sabem, Luis nasceu e as novidades foram muitas ao longo desses 5 meses. Sim, meu filhote já está com cinco meses, forte, parrudo, alegre e saudável, graças a Deus! Olha aí como ele é fofo e lindo:

foto: Paula Lima e Mello

foto: Paula Lima e Mello

 

A saudade de estar aqui com vocês é grande, mas acredito que podem imaginar quão corrida é a rotina de uma mamãe. Passadas as noites em claro, as inúmeras idas ao berço para conferir se o bebê está bem, o bombardeio de novas situações e a mudança logística da casa, quero dizer que meu desejo é voltar a estar por aqui pelo menos uma vez por semana… se Deus permitir e Luis também! Os textos serão menores, mas as sugestões de receitas continuarão vindo do fundo do meu coração, com carinho, direto da minha cozinha.

Pra começar vou sugerir a receita de uma sobremesa que virou febre nesses últimos meses, o naked cake, em português, bolo pelado. Leva esse nome justamente porque não tem cobertura, mas nem por isso deixa de ser um charme.

 

20130907-215719.jpg

foto: Ângelo Mello

 

Como não sou nenhuma expert em confeitaria, adorei a sugestão da chef Rita Lobo e resolvi me aventurar. Sem mistérios ela ensinou a fazer esses belo bolo pelado. Pra ter acesso à receita é só acessar esse link aqui. Segui com fidelidade às instruções repassadas pela Rita, com duas exceções: no creme de confeiteiro usei sementes extraídas de uma fava de baunilha ao invés de usar extrato de baunilha. Também modifiquei a calda que rega a massa do bolo. Decidi fazer uma calda de morangos que ficou vermelhíssima e aromática. Fiz a calda da seguinte forma:

 

CALDA DE MORANGO

Ingredientes:
1 caixa de morangos lavados e picados
1/2 xícara de chá de açúcar
1/2 xícara se chá de água

 

Modo de Preparo:
1. Numa panela junte todos os ingredientes e leve ao fogo brando.
2. Após levantar fervura, conte cinco minutos e desligue.
3. Peneire para separar a calda dos morangos e reserve cada parte.
4. Na montagem do bolo, regue cada camada de massa com a calda.
5. Espalhe os pedaços de morango retirados da calda sobre cada camada de recheio.

 

20130907-215847.jpg

foto: Ângelo Mello

 

Aqui em casa o bolo foi aprovado, espero que vocês gostem. Beijos e até a próxima!

foto: Ângelo Mello

s

Oi gente, estive longe por um tempo, né? Estava de férias e, em breve, quero postar minhas impressões sobre tudo o que experimentei em Paris e em Londres durante minha viagem de descanso. Estava sentindo falta de vocês e, para matar um pouquinho dessa saudade, que tal uma receitinha fácil, rápida e deliciosa?

Eu adoro esses pratos que causam ótimas impressões! Sabe aquelas receitas que parecem que levam horas para serem preparadas, mas que na verdade é pá-pum? Esse ragu é assim, parece que ficou horas afinando na boca do fogão, principalmente por causa do sabor apurado que fica impregnado na carne.

É claro que um ragu demorado tem seu valor. Eu inclusive já fiz esse aqui e adorei. Mas prestigiem essa receita que vocês não vão se arrepender, eu prometo!

s

foto: Ângelo Mello

s 

Ingredientes

2 colheres de sopa de óleo de canola

350 gramas de fraldinha cortada em cubos grandes

1 cebola pequena picada

1 dente de alho picado

1 cenoura cortada em cubinhos

2 folhas de louro

1 lata de tomate pelado

½ xícara de polpa de tomate ou passata (já falei no texto dessa receita aqui sobre a passata)

½ xícara de chá de vinho branco seco

Sal e pimenta a gosto

Salsinha picada

s 

Modo de Preparo

1. Tempere a fraldinha com um pouco de sal e pimenta.

2. Na panela de pressão, aqueça o óleo e doure a fraldinha de todos os lados. Atenção, se a sua panela for pequena, doure metade da carne retire e junte a outra metade. É que se você juntar muita carne, ela vai soltar toda o seu suco e não é isso que a gente quer!

3. Junte a cebola, o alho, a cenoura e refogue.

4. Coloque o tomate pelado, a polpa de tomate ou a passata, o vinho, as folhas de louro e tampe.

5. Cozinhe na pressão por mais ou menos 25 minutos. Abra a panela e verifique se a carne está molinha. Se estiver dura, cozinhe por mais um tempinho na pressão.

6. Quando a carne estiver no ponto, dentro da panela mesmo, desfie-a com a ajuda de uma colher.

7. Acerte o sal e a pimenta.

8. Adicione salsinha a gosto.

9. Sirva sobre a massa que preferir. Já experimentei com nhoque e com espaguete! Não esqueça de coroar seu prato com uma chuva de parmesão ralado na hora, ok?!

s 

foto: Ângelo Mello

s

Rendimento

2 porções generosas

s

s

 

 

Que eu adoro risotos todo mundo sabe. Mas nem todo mundo sabe que eu estou grávida! Iupiiii, é verdade gente… eu estou esperando um bebezinho, o meu primeiro filhinho, o Luis. Nessas últimas semanas foram tantas novidade que andei bem sumidinha, mas as transformações são intensas e a quantidade de exames e consultas que precisei fazer me deixou afastada de vocês. Ontem completei 3 meses e duas semanas de gestação. Vocês prometem me perdoar pelo sumiço e prometem também que vão orar e pensar positivo para que o Luis venha ao mundo forte e saudável?

Devo dizer que nos próximos meses terei que segurar a boca e comer coisas saudáveis, portanto não assustem com a diminuição no número de receitas, eu continuo amando cozinhar e adorando receber a visita e os comentários de todos vocês!

Sobre a receita do Risoto Caprese eu tenho até medo de dizer pra vocês que o modo de preparo é muito, mas muito simples. Uma receita mais italiana impossível. Caprese é uma salada simples que tem origem na região de Campânia. Uma clássica combinação italiana feita com manjericão, tomate, muçarela de búfala, sal e azeite. A versão do risoto rendeu uma sugestão simples, suave e refinada. Vejam só:

s

foto: Ângelo Mello

s

Ingredientes

2 colheres de sopa de azeite

1 cebola pequena picadinha

200g de arroz arbóreo

½ xícara de chá de vinho branco seco

1 litro e meio de caldo de legumes (se for usar o caldo pronto, dilua 2 envelopes. Uma dica: use caldo em pó, são menos gordurosos!)

1 lata de tomate pelado (eu já expliquei sobre o tomate pelado aqui)

100g de muçarela de búfala

1 colher de sopa de manteiga

Folhas de manjericão

Parmesão ralado a gosto

s

foto: Ângelo Mello

s

Modo de Preparo

1º Ferva o caldo de legumes e mantenha-o quente durante o preparo do risoto.

2º Escorra o tomate pelado e junte o caldo que ele solta ao caldo de legumes (achei um absurdo jogar aquele suco precioso fora). Agora, com muita delicadeza retire as sementes dos tomates e pique-os em cubinhos. Reserve.

2º Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola.

3º Adicione o arroz e, em seguida, junte o vinho e mexa bem até que a bebida seja completamente absorvida.

4º Coloque uma concha de caldo e mexa até que todo o líquido seja absorvido. Repita essa operação até que o arroz fique al dente. Isso leva cerca de 20 minutos. (Aí você tem que ir provando o arroz até que ele esteja no ponto)

5º Após adicionar a última concha de caldo, junte o tomate e vá misturando delicadamente para evitar que os cubinhos derretam por completo. 

6º Desligue o fogo e rapidamente acrescente a muçarela de búfala, a manteiga e uma chuva de parmesão ralado. Incorpore tudo delicadamente.

7º Finalize acrescentando folhas de manjericão e sirva bem quente.

s

foto: Ângelo Mello

s

Rendimento

2 porções generosas

s

s

foto: Ângelo Mello

s

Eu acredito muito no luxo da simplicidade. Tá certo vai, adoro aqueles ingredientes e pratos com nomes impronunciáveis, mas também dou um valor danado ao arroz com feijão, bife e batata frita, ao macarrão alho e óleo etc.

A receita de hoje é assim, simples, básica e original. Vai bem com tudo: carne vermelha, branca, carne de pato, carne de soja… Um acompanhamento curinga com um quê de sofisticado.

A receita do purê é do chef Jamie Oliver. Apesar dos programas que passam por aqui estarem com um alto grau de reprises, me atrai aquela imagem desconstruída do chef Jamie. Nada de dólmã com a gola bordada com bandeirinhas britânicas, francesas e italianas (não que ache isso feio, pelo contrário!). Jamie prefere uma camisa florida, estilo surfista. E foi num desses programas repetidos do Jamie que vi, gravei na memória e reproduzi o purê de ervilhas com hortelã. Não sei se está na mesma proporção que ele recomendou, mas ficou gostoso… então tá valendo!

Antes de passar à receita propriamente dita, devo ressaltar algumas coisinhas. Já vi muita gente falando que não aguenta mais o lourinho e sei que muitos torcerão o nariz quando virem que a indicação de hoje pertence ao Jamie Oliver, mas justiça seja feita ele é uma referência mundial. Referência em utilização de ingredientes simples em combinações saudáveis e saborosas. Referência no incentivo à cozinha caseira e sem segredos. Pronto falei!

 s

foto: Ângelo Mello

s

Ingredientes

500g de ervilhas frescas (por favor, não usem ervilhas em conserva. Utilize aquelas ervilhas vendidas congeladas!)

2 batatas pequenas

2 colheres de sopa de hortelã picadinha

1 dente de alho ralado

¼ de cebola ralada

2 colheres de manteiga

Sal e pimenta-do-reino branca a gosto

Leite o quanto baste

 s

Modo de Preparo

1º Comece cozinhando as batatas em água e sal e reserve.

2º Afervente as ervilhas conforme indicação do fabricante.

3º Junte as batatas e as ervilhas e, com auxílio de um garfo ou utilizando um processador, amasse-as até resultarem numa massa bem lisinha.

4º Numa panela derreta a manteiga e junte a cebola e o alho. Refogue rapidamente e acrescente a mistura de batatas e ervilhas. Tempere com sal e pimenta-do-reino branca e vá mexendo até dar ponto de purê. Junte o leite para obter a textura desejada. Finalize acrescentando hortelã picada e um fio de azeite.

5º Sirva quente como acompanhamento para a carne que você preferir. Eu servi com um peito de pato grelhado e ficou “ótemo”!

s

foto: Ângelo Mello

s

s

%d blogueiros gostam disto: